sábado, 24 de fevereiro de 2018

Deficiente e destemperado...

O secretário de Turismo de Salesópolis, Padilha Aguilar, destou de figura pública e pago com dinheiro do contribuinte, ao destratar descaradamente um cidadão que o procurou em seu local onde deveria estar à disposição de todos.

Em apenas alguns minutos de atenção, o agente público começou a se alterar, levantar a voz e exigir a saída do interlocutor.
A certo momento, num gesto de autopiedade, Padilha apelou para o ridículo, dizendo que "era um deficiente".

Realmente, além da deficiência adquirida, também há a imperfeição grotesca no trato com as pessoas, na atenção ponderada àqueles que ajudam a pagar o seu tão precioso salário.
A subida nas sandálias pelo secretário deve ser por conta do estresse com os desencontros do carnaval, com a empresa e o diretor que ele ajudou a contratar, com os problemas no esporte que ele não consegue administrar.

Há muito para se falar sobre o secretário, mas por ora basta ouvir o áudio (principalmente a partir dos 5 minutos) para reforçar a conclusão de sua falta de preparo para assumir qualquer área pública.