sábado, 9 de dezembro de 2017

Abusados...

Nem bem assumiu o setor de obras, o diretor "Pit" mostra as manguinhas de fora.
Acostumado a mandar e desmandar ao estilo dono da camat, o auxiliar do alcaide dirigiu-se ao loteamento "prolop", invadiu uma propriedade e confiscou materiais de construção lá estocados.

Os materiais foram jogados num caminhão da prefeitura e levados para a sessão de obras. Tudo isso à revelia da justiça, pois não havia mandado judicial. Um escancarado ato de abuso de poder.

Na ocasião, o proprietário acionou a polícia militar, a qual compareceu ao local mas disseram "que não podiam fazer nada" e recomendaram recorrer ao fórum.
Hoje, os lesados foram à delegacia de polícia abrir boletim de ocorrência, mas afirmam que o escrivão de plantão não quis atendê-los, sugerindo que fossem reclamar na prefeitura.

É o chamado "estar no mato sem cachorro". Afinal, para que servem o poder público, as polícias se, num momento de crise, não se pode contar com eles? Estarão todos manipulados pelo sistema?
...............................
Surpreendente as loucuras perpetradas por esta administração pr. Aventa-se a possibiliade de o prefeito vanderlão não estar sabendo dos atos tidos por insanos de seus aspones, o que já daria margem a taxá-lo de administrador incompetente.